Fundo
Quinta-feira, 21 de Março de 2019
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 11/01/2019

Tempo do Natal depois da Epifania - Ano C - Branca
1ª Leitura: 1Jo 5,5-13 Salmo: 147(147B) - Glorifica o Senhor, Jerusalém!
evangelho
Jesus estende a mão e toca no leproso - Lc 5,12-16

Estando Jesus numa das cidades, apareceu um homem coberto de lepra. Ao ver Jesus, ele caiu com o rosto em terra e suplicou-lhe: “Senhor, se queres, tens o poder de purificar-me”. Estendendo a mão, Jesus tocou nele e disse: “Quero, sejas purificado”. E imediatamente a lepra desapareceu. E ordenou-lhe que não o contasse a ninguém. “Mas”, disse, “vai mostrar-te ao sacerdote e apresenta por tua purificação a oferenda prescrita por Moisés. Isso lhes servirá de testemunho”. Cada vez mais, sua fama se espalhava, e as multidões acorriam para ouvi-lo e para serem curadas de suas doenças. Ele, porém, se retirava para lugares desertos, onde se entregava à oração.

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 2ª ed., 2002.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

A súplica do leproso toca a sensibilidade de Jesus e o leva a um gesto de compaixão e misericórdia. O Evangelho de hoje é um convite à compaixão.
Rezemos: “Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, toca o meu coração para que eu tenha compaixão, a exemplo de Jesus, das pessoas que sofrem de diversos males e doenças. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Leia atentamente o Evangelho de hoje e observe os personagens, suas atitudes, o que dizem e o que sentem. O que o leproso pede a Jesus? Qual a resposta de Jesus? O que as multidões buscam, quando procuram Jesus? O que Ele faz quando a multidão quer torná-lo apenas um ícone famoso?
“Nós sabemos pelos textos bíblicos a gravidade religiosa da lepra: considerada castigo de Deus, a pessoa possuída pela enfermidade era considerada impura, devia usar vestes rasgadas, andar despenteada e com a barba coberta e gritar: ‘Impuro, impuro!’, enquanto vivia fora do acampamento ou da cidade (Lv 13,45-46; Nm 12,9-10; Dt 24,8-9). A cura é atribuída a Deus somente. O leproso faz uma verdadeira profissão de fé no ‘poder’ de Jesus: ‘Senhor, se queres, tens o poder de purificar-me’. Purificando o leproso, Jesus corrige a distorção histórico-cultural da imagem de Deus, rompe as fronteiras impostas pelo sistema de pureza, que excluía as pessoas da comunhão com Deus, e anuncia um ‘novo céu e uma nova terra’” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

O que o texto diz a você hoje? O que o gesto de Jesus provoca em você? Você tem coragem de tocar o sofrimento humano e amenizar suas dores? Quais são as suas “lepras”, que necessitam da cura de Jesus? Peça a Ele, em um gesto de humildade, que as cure.
“A fama de Jesus se espalhava! Quais foram os frutos dessa fama? O povo se tornou discípulo missionário? O que as multidões querem, quando procuram Jesus? Hoje, um leproso vai ao encontro do Mestre e pede a cura. Ele coloca sua cura nas mãos de Jesus: ‘Se queres, tens o poder de purificar-me!’. Contrariando as leis da sua época, Jesus toca naquele leproso. Jesus cura se comprometendo com a vida do outro. Ele não é indiferente à dor de ninguém. Certamente, aquele leproso nunca foi tocado por outra pessoa. A primeira graça na vida daquele homem foi o toque de Jesus. Ali, ele se sente filho amado de Deus. Temos nossas lepras também. Quem quiser mudar de vida, peça: ‘Senhor, cura-me!’” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)

Agradeça ao Senhor sua Palavra. Reze também pedindo pela saúde.
“Ó Divino Espírito Santo, criador e renovador de todas as coisas, vida da minha vida, com Maria Santíssima, te adoro, te agradeço, te amo. Tu, que dás a vida a todo o universo, conserva em mim a boa saúde, liberta-me das doenças que a destroem e de todos os males que a ameaçam. Ajudado(a) pela tua graça, prometo usar sempre as minhas forças para a glória de Deus, para o bem da minha alma, para o serviço dos meus queridos e de todo aquele que de mim precisar. Peço-te, ainda, para iluminar com os teus dons de Sabedoria e Ciências os médicos e todos aqueles que cuidam dos doentes, a fim de que conheçam a verdadeira causa dos males que destroem e ameaçam a vida e possam descobrir e aplicar os remédios mais eficazes para defendê-la e curá-la. Ó Virgem Santíssima, Mãe da Vida e Saúde dos Enfermos, a ti entrego esta minha humilde oração. Ó Mãe de Deus e nossa Mãe, dignifica-a com a tua poderosa intercessão. Amém” (Oração composta pelo bem-aventurado Pe. Tiago Alberione).

Contemplação (Vida e Missão)

Contemple a compaixão de Jesus com o leproso, sua firme decisão de tocá-lo e curá-lo. O que esse gesto o(a) convida a viver?

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
- Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

O projeto de Jesus se manifesta na realidade de nossa vida, marcada pela dor e pelo sofrimento. Um leproso se aproxima e lhe diz: “Se queres, tens o poder de purificar-me”. E Jesus queria. “Quero”, disse ele, e o leproso foi purificado. Por que “purificar”? Porque a enfermidade tinha o significado de impureza religiosa, consequência de algum pecado. Podia ser vista como punição da parte de Deus. Imagine a cena: Jesus acolhe um leproso. Estende a mão, toca nele. Quanta compreensão e quanta bondade! É certo que precisamos também de uma purificação interior, sobretudo dos maus projetos elaborados em nossa mente. Precisamos de água para o banho do corpo e da água batismal para o banho do ser humano inteiro. Precisamos do batismo que nos purifica totalmente, libertando-nos do pecado original e dando-nos o Espírito Santo. O batismo nos leva à dedicação total ao nosso próximo e ao diálogo com o Pai no silêncio da oração. Jesus se dedicava ao povo e se retirava para lugares desertos a fim de rezar. O Deus invisível se tornou visível para podermos imitá-lo mais facilmente.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.