Fundo
Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 06/12/2019

1ª Semana do Advento - Ano C - Roxa
1ª Leitura: Is 29,17-24 Salmo: Sl 26(27) - O Senhor é minha luz e minha salvação.
evangelho
Filho de Davi, tem compaixão! - Mt 9,27-31

Partindo Jesus dali, dois cegos o seguiram, gritando: “Tem compaixão de nós, filho de Davi!” Quando entrou em casa, os cegos se aproximaram dele, e Jesus lhes perguntou: “Acreditais que eu posso fazer isso?” Eles responderam: “Sim, Senhor”. Então tocou nos olhos deles, dizendo: “Faça-se conforme a vossa fé”. E os olhos deles se abriram. Jesus os advertiu: “Tomai cuidado para que ninguém fique sabendo”. Mas eles saíram e espalharam sua fama por toda aquela região.

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 2ª ed., 2002.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

Filho de Davi tem compaixão de nós que andamos à tua procura como cegos. Teu mistério é muito grande para nosso pequeno entendimento, mas cremos que tu és, não o filho de Davi rei, mas o Filho do Deus vivo, a quem o rei Davi serviu com fé nas promessas: “ Ó Senhor Deus, todos os reis da terra te louvarão quando ouvirem falar das tuas promessas. Eles cantarão a respeito das coisas que tu, o Senhor Deus, tens feito, pois grande é a tua glória. Tu estás nas alturas, e mesmo assim te interessas pelos humildes, e os orgulhosos não podem se esconder de ti” (Sl 138, 4-6).
Em profundo silêncio, abro meu olhar interior e deixo que a presença do Filho de Deus vivo me veja por inteiro(a). Rezo em mantra: “Tu anseias, eu bem sei, por salvação, tens desejo de banir a escuridão abre, pois de par em par teu coração e deixa a luz do céu entrar. Cristo a luz do céu, em ti quer habitar para as trevas do pecado dissipar, teu caminho e coração iluminar e deixa a luz do céu entrar.”

Leitura (Verdade)

O que o texto diz para mim? Qual a mensagem central deste Evangelho?
“Restituir a vista aos cegos é um dos sinais de salvação definitiva realizada pelo Messias. A cegueira física, com todas as suas consequências, serve para representar a incapacidade – ou mesmo a resistência – de compreender o projeto de Deus. É grande o número de cegos que um dia tiveram suas vidas cruzadas com a de Jesus. Deixando de lado a passividade, os dois cegos começaram a seguir Jesus. Sua fé os ajudou a ver nele o Filho de Davi, assumindo as profecias do povo de Deus. Há muitos tipos de cegueira e de miopia, e nem sempre queremos ser curados. A Palavra de Deus, vivida em comunidade, nos permite ver da maneira de Deus. A Bíblia é luz para nossos pés, é luz para o caminho.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

Os dois cegos, confiando nas promessas feitas ao rei Davi, viram em Jesus o Messias prometido e, após a cura, seguiram Jesus o Filho de Deus Vivo. Procuro eliminar os filtros que me impedem de ver a manifestação do Filho de Deus na realidade de hoje. Quem eu procuro? Por quem procuro? Onde procuro a cura de minha cegueira espiritual?

Oração (Vida)

“Ensina-me teu caminho, Senhor, e andarei em tua luz. Dá-me um coração dedicado a ti para honrar-te, ó Deus. Purifica-me, limpa-me, livra-me de tudo o que impede teu amor fluir em mim. Jesus vida, ensina-me a andar pelos teus caminhos, pois somente eles me levam ao Pai. Agradeço de coração humilde as tantas vezes que me fizeste enxergar a vontade do Pai e me destes força para cumpri-la. Amém.

Contemplação (Vida e Missão)

Vejo-me como esses cegos do Evangelho gritando a Jesus por seu socorro. Experimento o carinhoso abraço de Jesus dizendo-me: “Veja, não estou eu aqui a teu lado?” Fico em paz e deixo-me guiar por sua luz!

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
- Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

Num relato muito simples, São Mateus nos conta que dois cegos se aproximaram de Jesus, gritando: “Tem compaixão de nós, filho de Davi!”. Mais tarde, nossos irmãos do Oriente vão chamar esse grito de “oração do coração”. Em cada palpitação, nosso coração estará dizendo: “Tem compaixão de mim, filho de Davi!”. Jesus lhes pergunta: “Acreditais que eu posso fazer isso?”. Resposta simples e direta: “Sim, Senhor”. Jesus toca nos olhos dos cegos. É o gesto. Em seguida vem a palavra. Neste caso foi palavra de verificação: “Faça-se conforme a vossa fé”. Que aconteça aquilo que eles de fato acreditam. E os olhos deles se abriram. No fim desta primeira semana do Advento, queremos aprender a repetir muitas vezes: “Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim!”. E queremos também que nossos olhos se abram e vejam Jesus já agora para poderem reconhecê-lo quando ele vier em sua glória. Não será o encontro de dois desconhecidos. Ao contrário. Nossos olhos verão aquele que já tínhamos visto muitas vezes nos irmãos e nas irmãs, sobretudo nos mais necessitados. Nossos olhos verão aquele cuja presença experimentamos na celebração dos sacramentos. Nos sacramentos está a resposta à pergunta de Jesus: “Vocês acreditam que eu possa fazer isso?”. Acreditamos, e vemos com os olhos da fé.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.