Fundo
Sexta-feira, 20 de Abril de 2018
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 13/01/2018

1ª Semana do Tempo Comum - Ano B - Verde
1ª Leitura: 1Sm 9,1-4.17-19, 10,1a Salmo: 21(20) - Senhor, o rei se alegra com teu poder.
evangelho
Por que ele come com os publicanos e os pecadores? - Mc 2,13-17

Outra vez, Jesus saiu para a beira do mar. Toda a multidão ia até ele, e ele os ensinava. Ao passar, viu Levi, o filho de Alfeu, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: “Segue-me!”. Ele se levantou e seguiu-o. Enquanto estava à mesa na casa de Levi, muitos publicanos e pecadores puseram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Pois eram muitos os que o seguiam. Os escribas, que eram fariseus, vendo que ele comia com os pecadores e os publicanos, disseram aos discípulos de Jesus: “Por que ele come com os publicanos e os pecadores?”. Tendo ouvido, Jesus respondeu-lhes: “Não são as pessoas com saúde que precisam de médico, mas as doentes. Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores”.

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 2ª Ed.2002
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

“Segue-me!” Esse é o convite que hoje Jesus nos faz por meio do seu Evangelho. O seguimento é uma atitude concreta de toda pessoa que escuta a Palavra de Deus. Não há distinção de pessoas no seguimento de Jesus.
Oremos: “Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, torna-me decidido(a) a seguir os passos de Jesus. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Jesus sai para a beira do lago e mais uma vez a multidão vai ao seu encontro. Ao passar, vê Levi, coletor de impostos. Qual proposta Jesus faz a Levi? Qual é a reação de Levi diante da proposta de Jesus? Jesus vai à casa de Levi e, lá, se põe à mesa com os publicanos e pecadores. Como os escribas reagem ao ver tal atitude de Jesus? Qual a resposta de Jesus diante da reação dos escribas?

Meditação (Caminho)

O que o texto diz a você hoje? Qual palavra mais ressoou em seu coração? O convite de Jesus é rápido e claro, sem rodeios: “Segue-me!” E a resposta de Levi é imediata e firme: “Levantou-se e o seguiu”. Procure escutar com atenção o chamado que Jesus lhe faz. Sua resposta é firme e imediata? Os pecadores têm um lugar no coração de Jesus. Que lugar ocupam os excluídos da sociedade em seu coração?

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Na oração, você é convidado(a) a conversar com Deus, a abrir o seu coração. Aproxime-se dele e faça a sua oração, apresentando-lhe suas intenções e as necessidades de seus irmãos e irmãs. Reze também por todos os que são chamados por Jesus a assumir sua vocação na Igreja.

Contemplação (Vida e Missão)

Qual é a sua atitude concreta diante do chamado de Jesus: “Segue-me”?

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
- Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.

Jesus rompe a velha ordem. Algo novo está para acontecer. Ele passa, vê Levi, um pecador público, e o chama: “Segue-me!”. A desordem está instaurada. Fazem uma festa e comem todos juntos, publicanos, pecadores, Jesus e seus discípulos. Volta a pergunta inicial dos escribas: “Você veio para nos arruinar?”. A resposta de Jesus é clara e definida: “Os doentes precisam de médico; eu vim chamar os pecadores”. Jesus veio restaurar a ordem das relações para que impere o equilíbrio. Os doentes poderão, então, procurar médicos e os encontrarão com ciência e medicina capazes de curar muitas enfermidades. Jesus fará com que os pecadores deixem de ser agentes da maldade. Ele vai desmontar o sistema instaurado pelo demônio e seus agentes. O ministro da saúde e os médicos serão agentes da salvação trazida por Jesus. Difícil será convencer quem pensa ser justo e não necessitar de conversão. Todos precisam de verdadeira conversão. A pedagogia de Jesus chama, senta-se à mesa e faz festa. A censura se restringe aos justos mal-humorados.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas