Fundo
Quinta-feira, 21 de Março de 2019
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store
Data comemorativa do dia 21 de março
Dia Mundial das Florestas
Dia Mundial das Florestas
Freeimages

Florestas são extensos conjuntos de árvores. Existem vários tipos de floresta, para cada tipo de clima.
As florestas temperadas são mais abertas e têm árvores de menor porte. Perdem suas folhas no inverno, e são chamadas de florestas de folhas caducas ou caducifólias. Essa vegetação, já bastante destruída pelo ser humano, chegou a cobrir quase todo o leste da Ásia, a Europa ocidental, o leste e o nordeste da América do Norte.

As florestas boreais ou de coníferas são características de clima frio e se concentram no hemisfério norte, onde ocupam o norte e o oeste da Rússia, a Escandinávia e o Canadá. Também conhecidas como taiga, compõem-se de uma única espécie de árvore: o pinheiro, cujas folhas, pequenas e grossas, estão adaptadas ao frio e podem resistir às tempestades de neve e às baixas temperaturas. Seus frutos, as pinhas, têm o formato de um cone. No Brasil, os pinheiros já recobriram grandes áreas da região Sul, onde formavam a mata de araucária, bastante destruída pelo ser humano. No passado, essa mata ocupou uma área equivalente a cem mil km2. As árvores, que chegavam a alcançar até trinta metros de altura, foram derrubadas para dar lugar às plantações de milho e de trigo.

As florestas tropicais são o principal centro de diversidade mundial. Estão diminuindo no Brasil, que só perde para a China no item "desmatamento". Sem elas, muitas espécies da fauna e da flora desaparecerão. Essa devastação ambiental deve-se ao fato de o ser humano desejar abrir fronteiras agrícolas, criar áreas de pastagem e outros.

A floresta tropical Amazônica apresenta duas características básicas, não é homogênea, concentra uma grande variedade de espécies e é latifoliada, ou seja, suas folhas largas permanecem verdes o ano todo. Grande produtora de látex no passado, hoje é considerada a maior vitrine de espécies vivas do planeta. Possui trinta mil tipos de plantas, 2.500 variedades de árvores e uma grande diversidade de animais - 17% de todas as espécies de aves e 10% dos anfíbios e mamíferos existentes no mundo pertencem à fauna brasileira.

Os mangues são florestas tropicais litorâneas de água salobra, localizadas perto de estuários e baías. São ambientes de beira-mar, muito quentes, em que a temperatura média gira em torno de 27 graus. Úmidos e bem iluminados, os mangues têm solo lodoso, salino e pobre em oxigênio. Compõem um ecossistema intermediário que liga o ambiente terrestre ao marinho. Distribuem-se, no Brasil, entre o Amapá, na região Norte, e Santa Catarina, na região Sul. Algumas das principais áreas de mangue ameaçadas pela ocupação urbana são: Recife, em Pernambuco, e Santos, no estado de São Paulo.

A mata Atlântica é a floresta tropical mais ameaçada de extinção deste século, mesmo protegida por lei como Unidade de Conservação. Tem cerca de 25 mil espécies vegetais e quase duzentas mil espécies vivas entre vegetais e animais. Na Europa, uma floresta temperada tem cerca de dez espécies por hectare, enquanto a mata Atlântica tem 150 espécies por hectare, razão pela qual é considerada a floresta mais diversificada do planeta. No início do século XXI, verificou-se que sua área total estava praticamente destruída devido à ação humana: loteamentos clandestinos, polos industriais, agricultura não-sustentável e turismo predatório.

É preciso que o ser humano tome consciência de estar destruindo o seu próprio planeta e, sobretudo, a si mesmo. Resta a esperança de que futuramente haja leis mais rígidas para coibir os abusos contra a natureza, para que as matas recuperem seu equilíbrio e continuem a oferecer sua biodiversidade aos seres humanos.

Retirado do livro: 'Datas Comemorativas cívicas e históricas', Paulinas Editora.