Fundo
Domingo, 24 de Outubro de 2021
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 14/10/2021

28ª Semana do Tempo Comum - Ano B - Verde
1ª Leitura: Rm 3,21-30 Salmo: Sl 130(129) - Junto ao Senhor está a misericórdia.
evangelho
Eu lhes enviarei profetas e apóstolos - Lc 11,47-54

Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas! No entanto, foram vossos pais que os mataram. Com isso, sois testemunhas e aprovais as ações de vossos pais, pois eles mataram os profetas e vós construís os túmulos. É por isso que a sabedoria de Deus afirmou: “Eu lhes enviarei profetas e apóstolos, e a alguns, eles matarão ou perseguirão; por isso se pedirá conta a esta geração do sangue de todos os profetas derramado desde a criação do mundo, desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o Santuário. Sim, eu vos digo: esta geração terá de prestar conta disso. Ai de vós, doutores da Lei, porque ficastes com a chave da ciência: vós mesmos não entrastes, e ainda impedistes os que queriam entrar”. Quando Jesus saiu de lá, os escribas e os fariseus começaram a importuná-lo e a provocá-lo em muitos pontos, armando ciladas para apanhá-lo em suas próprias palavras.

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 7ª ed., 2008.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

Na escuta, meditação e contemplação da Palavra de Deus, acolhamos o Senhor que fala ao nosso coração. Ele nos recorda que o Pai sonda o nosso coração e nos conhece profundamente, por isso, de nada valem as aparências, a simples observância externa das obrigações.


Rezemos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos salvação, felicidade e plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)

Observe no texto do Evangelho de hoje quais críticas Jesus faz aos escribas e fariseus? Quais são as leis mais importantes que devem ser praticadas, segundo o texto bíblico?

Evangelho: Lc 11,47-54 Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas! No entanto, foram vossos pais que os mataram. Com isso, sois testemunhas e aprovais as ações de vossos pais, pois eles mataram os profetas e vós construís os túmulos. É por isso que a sabedoria de Deus afirmou: “Eu lhes enviarei profetas e apóstolos, e a alguns, eles matarão ou perseguirão; por isso se pedirá conta a esta geração do sangue de todos os profetas derramado desde a criação do mundo, desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o Santuário. Sim, eu vos digo: esta geração terá de prestar conta disso. Ai de vós, doutores da Lei, porque ficastes com a chave da ciência: vós mesmos não entrastes, e ainda impedistes os que queriam entrar”. Quando Jesus saiu de lá, os escribas e os fariseus começaram a importuná-lo e a provocá-lo em muitos pontos, armando ciladas para apanhá-lo em suas próprias palavras.

“A elite religiosa do tempo de Jesus – escribas, especialistas em leis – é confrontada com a realidade por Jesus. Eles apostam na Lei em seus mínimos detalhes. Mesmo que haja uma ligação com o passado, na atualidade essas tradições em nada contribuem para a caminhada religiosa do povo. A herança é antiga: “Vossos pais”, diz Jesus, “mataram os profetas e, depois, construíram para eles túmulos”. É o fermento do legalismo e da hipocrisia que eles cultivavam deliberadamente. E a chave da ciência, que está em suas mãos, não é útil para eles, e tentam impedir que outros façam bom proveito dela. Essa atitude de rebeldia terá suas consequências: eles precisarão prestar contas, porque corromperam a preciosa herança de Israel.” (Viver a Palavra – 2021. Frei Aldo Colombo - Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

Não ser duro com os pequenos, nem submisso com os fortes. Ser capaz de dizer a verdade quando precisa ser dita, com amor e com prudência, sem julgamento.
Eu tenho medo de denunciar as injustiças e os desmandos dos poderosos, por causa do preço a pagar por essa atitude?
Sou capaz de fazer primeiro o que exijo dos outros?
Quais gestos Jesus me convida a viver?

Oração (Vida)

Apresente, confiante, a sua oração ao Senhor. Ele acolhe os nossos pedidos feitos com fé e sinceridade de coração. Estamos no mês missionário. Em sua oração, lembre-se dos missionários espalhados pelo mundo, que doam a sua vida a serviço do Reino.
Conclua com a oração missionária: “Deus Pai, Filho e Espírito Santo, nós vos louvamos e bendizemos pela vossa comunhão, princípio e fonte da missão. Ajudai-nos, à luz do Evangelho da paz, a testemunhar com esperança um mundo de justiça e diálogo, de honestidade e verdade, sem ódio e sem violência. Ajuda-nos a sermos irmãos e irmãs, seguindo Jesus Cristo, rumo ao Reino definitivo. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

O amor nos ajudará a acolher o sofrimento do irmão. Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver, especialmente neste dia?

Bênção

A benção é dom de Deus, Ele é quem abençoa, e toda pessoa pode pedir a sua benção e também dá-la em nome de Deus, basta que acredite que ela aconteça. Normalmente quando dizemos: “Deus te abençoe”, estamos fazendo um pedido a Deus em favor de alguém. Os pais e as mães são os primeiros a interceder por seus filhos e filhas. Assim como em Nm 6,22-27, a invocação é feita a Deus, Ele é que abençoa. Pelo nosso sacerdócio comum dos fiéis, que recebemos pelo Batismo, podemos também pedir a Deus que ele nos abençoe.

Ir. Carmen Maria Pulga

Três vezes Jesus se dirige aos Mestres da Lei e lhes diz: “Ai de vocês”, porque impõem aos outros fardos que vocês mesmos não carregam; porque constroem túmulos para os profetas que seus pais mataram; porque não entram e não deixam entrar os que querem. Multiplicam estatutos e regulamentos, conhecem o segredo da chave que abre a porta do Reino, mas não entram e não deixam os outros entrar. Tudo isso foi dito durante um almoço. Jesus não fez o rito religioso de lavar as mãos, causando admiração ao fariseu que o convidara. A partir daí começaram as críticas. A fala de Jesus causa surpresa também a nós, que o lemos hoje. Ou ele está perdendo a compostura ou escribas e fariseus ultrapassaram as medidas. Não é de estranhar que começaram a perseguir Jesus, armando ciladas contra ele para pegá-lo em alguma palavra mal colocada.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas.