Fundo
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store
Dica de Vida Saudável do dia 02 de fevereiro
Coisa de pele
Coisa de pele
Freeimages

Chapéu, sombrinha, canga, boné, camiseta, óculos escuros, protetor solar, guarda-sol, barraca, vale tudo para se proteger do sol. E é nesta época do ano que as pessoas mais se atentam para isso. Afinal de contas, existe uma maneira 100% segura de ficar sob o sol sem prejudicar a pele?

O professor de Dermatologia da Santa Casa de São Paulo, dr. Marcus Maia, afirma que é preciso adotar uma série de condutas para que aconteça, realmente, a fotoproteção, “o filtro solar sozinho não resolve”, garante.

Ele adverte para o câncer de pele que acomete pessoas com predisposição genética como, por exemplo, pele clara, olhos e cabelos claros e com histórico familiar, que se exponham ao sol sem a devida proteção. “Quanto mais fatores de risco a pessoa tiver, maior será a probabilidade de desenvolver o câncer de pele”, explica o dr. Marcus Maia. Além disso, existem os fatores de risco adquiridos, que são as queimaduras solares, excesso de pintas e sardas.

Dr. Marcos Maia, ao dizer que existe um conjunto de atitudes que vai definir se a pessoa está cuidando da saúde da pele ou não, relaciona a observação do horário de exposição ao sol, uso de roupas de mangas compridas para quem trabalha sob o sol, chapéu de abas largas, entre outras, e ressalta a importância do uso frequente e diário de filtros solares, em qualquer época do ano.

Usar camisetas sob o sol é importante desde que sejam de cores escuras, como vermelho e azul, as de cores claras não protegem contra os raios ultravioletas, é importante dar atenção a esse fator porque, muitas vezes, a pessoa deixa de passar o protetor solar acreditando que a área coberta pela roupa não está exposta ao sol. Hoje existem roupas e acessórios fabricados no Brasil que trazem no tecido fatores de proteção ultravioleta, feitas com poliamida, a qual permite que o bloqueador solar, dióxido de titânio, seja colocado no fio antes da fabricação, por isso o filtro solar não sai com as lavagens.

Os imprescindíveis quarda-sóis devem ser de cores escuras, para aumentar a fotoproteção. Uma opção para ficar ao ar livre sem sofrer os danos das radiações UV-A e UV-B são as tendas, que já trazem em seu tecido fator de proteção solar e possuem formato aerodinâmico para resistir ao vento.

Por Sílvia Torreglossa/Revista Família Cristã – edição 938