Fundo
Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 27/01/2020

3ª Semana do Tempo Comum - Ano A - Verde
1ª Leitura: 2Sm 5,1-7.10 Salmo: Sl 89(88) - Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele.
evangelho
Um reino dividido não consegue manter-se - Mc 3,22-30

Os escribas vindos de Jerusalém diziam que ele estava possuído por Beelzebu e expulsava os demônios pelo poder do chefe dos demônios. Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: “Como pode Satanás expulsar Satanás? Se um reino se divide internamente, ele não consegue manter-se. Se uma família se divide internamente, ela não consegue manter-se. Assim também, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide, ele não consegue manter-se, mas se acaba. Além disso, ninguém pode entrar na casa de um homem forte para saquear seus bens, sem antes amarrá-lo; só depois poderá saquear a sua casa. Em verdade, vos digo: tudo será perdoado às pessoas, tanto os pecados como as blasfêmias que tiverem proferido. Aquele, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo nunca será perdoado; será réu de um ‘pecado eterno’”. Isso, porque diziam: “Ele tem um espírito impuro”.

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 2ª ed., 2002.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

Faço silêncio, acalmo minha mente e concentro-me na presença de Deus para meditar e orar com sua Palavra.Rezo:
Querido Pai do céu, dá-me a graça da liberdade interior para escutar e seguir teus ensinamentos. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dai-me a paz, a vossa paz. Dai-me a pureza interior para que somente as forças do bem habitem meu ser.

Leitura (Verdade)

O que essa palavra de Jesus fala para mim? O que mais me tocou? Como quero viver esses ensinamentos?
“Inicia-se um novo conflito entre Jesus e as autoridades religiosas vindas de Jerusalém. Não podendo negar a realidade – a autoridade de Jesus e seus milagres –, os escribas tentam ligar a atividade de Jesus com os demônios. Um texto paralelo fala de Belzebu, o príncipe dos demônios. Jesus aponta-lhes a falta de lógica, mostrando que um reino dividido não pode subsistir. Ele acena com o perdão para aqueles que reconhecem seus erros e se dispõem a mudar de vida. Não é o caso das autoridades religiosas de Jerusalém, que não deixam espaço para a Boa-Nova. Elas se fecham aos apelos de Deus e, por isso, blasfemam contra o Espírito Santo. Mesmo assim fica aberta a porta do perdão para todos os que o acolherem.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

Um reino ou uma família dividida internamente não poderá manter-se. Sou uma pessoa de paz? Busco sempre promover a paz e a união entre as pessoas, as famílias e a comunidade?

Oração (Vida)

Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
Consolar, que ser consolado,
Compreender, que ser compreendido,
Amar, que ser amado,
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Contemplação (Vida e Missão)

Releio esse Evangelho e contemplo com amor e admiração tudo o que Jesus quis me ensinar. Com São Francisco, homem de paz e de união me vejo: onde houver ódio levando o amor; onde houver discórdia levando o perdão; onde houver tristeza levando alegria e união.

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
- Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

É sempre difícil falar de Deus e do mistério da Trindade. Dizemos as coisas com palavras humanas, que expressam experiências vividas entre nós e que, portanto, não são exatas quando aplicadas a Deus. Quando dizemos que Deus é “pai”, os pais podem começar a pensar na imagem paterna que projetam em suas famílias. O mesmo vale para as mães e para cada um de nós nos relacionamentos humanos. Deus é “pai”: “Que ser fantástico!”. Deus é “pai”: “Ele bebe muito e não cuida da família?”. O Espírito Santo é o amor na Santíssima Trindade. Deus é amor. Que amor? Fiquemos, porém, com esta afirmação, que é bíblica, e concluamos: tudo o que fazemos por amor é manifestação do Espírito Santo, é sinal de que ele não está sufocado em nós. Portanto, não desista de amar, de querer bem. Isto seria entristecer o Espírito. E não tome decisões que entristeçam o Espírito que está no seu irmão.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.