Fundo
Quinta-feira, 04 de Junho de 2020
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 14/01/2020

1ª Semana do Tempo Comum - Ano A - Verde
1ª Leitura: 1Sm 1,9-20 Salmo: Sl 1Sm 2,1 - Meu coração se alegrou em Deus, meu salvador!
evangelho
Em Cafarnaum, Jesus foi à sinagoga e pôs-se a ensinar - Mc 1,21b-28

Entraram em Cafarnaum. No sábado, Jesus foi à sinagoga e pôs-se a ensinar. Todos ficaram admirados com seu ensinamento, pois ele os ensinava como quem tem autoridade, não como os escribas. Entre eles na sinagoga estava um homem com um espírito impuro; ele gritava: “Que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: o Santo de Deus!” Jesus o repreendeu: “Cala-te, sai dele!” O espírito impuro sacudiu o homem com violência, deu um forte grito e saiu. Todos ficaram admirados e perguntavam uns aos outros: “Que é isto? Um ensinamento novo, e com autoridade: ele dá ordens até aos espíritos impuros, e eles lhe obedecem!” E sua fama se espalhou rapidamente por toda a região da Galileia.

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 2ª ed., 2002.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

Jesus se admira com a fé daqueles que vão ao seu encontro e livra o homem impuro que estava sob o poder do mal. O Evangelho é um convite à renovação da fé em Jesus e à abertura para o perdão, ponto de partida para fazer o bem.
Oremos: “Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, renova minha fé e concede-me o dom de ser curado e perdoado por Jesus, para que eu esteja disponível para o serviço aos irmãos. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? Em um lugar silencioso, leia o Evangelho, quantas vezes julgar necessário, identifique os personagens presentes na narrativa e destaque as frases que mais chamaram sua atenção.
"Jesus ensinava com autoridade. Essa autoridade procedia de sua vida. Contrariamente a ele, os escribas ensinavam sem autoridade. A credibilidade da palavra se origina dos atos. O mundo está cheio de palavras, que o vento leva. O pregador, o pai, a catequista, todos necessitam da credibilidade que brota de suas vidas. Espírito impuro é uma expressão semítica que designa a personificação das forças do mal. É tudo o que é contrário a Deus e a sua santidade. O Evangelho fala de possessões diabólicas. Todos podemos ser possuídos pelo mal. São os maus hábitos repetidos que, por vezes, se tornam tão mais fortes do que nós. O mesmo vale para bons hábitos que facilitam fazer todo tipo de bem."(Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

O que o texto diz a você? Leia o Evangelho novamente e atualize-o, assimile-o e ligue-o com a sua vida. Qual palavra mais encontrou sintonia com a sua vida? Guarde a Palavra no coração e faça a sua meditação, procurando ouvir o Senhor.

Oração (Vida)

O Senhor Jesus na última petição do Pai-Nosso exorta todos os seus discípulos a pedir continuamente ao Pai do Céu a libertação do Mal. Deixe seu coração falar com Deus sobre os males que lhe causam aflição.
Reze também pedindo a Deus a libertação do mal, intercedendo por outras pessoas ou realidades sociais.

Contemplação (Vida e Missão)

Jesus ensina com autoridade. Quais ensinamentos você colhe das palavras de Jesus? Que sentimentos novos estão transformando suas atitudes? Tome a determinação para uma atitude nova, que o(a) faz ser melhor hoje.

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
- Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

Entramos em contato com a realidade por meio dos nossos sentidos. Apalpamos, sentimos o odor, enxergamos. Vemos o mundo com os olhos da carne e com os olhos da mente. E também, se acreditamos em Deus, com os olhos da fé. Assim vamos dando nomes às coisas e formando ideias em nossa mente. O conjunto das ideias pode ser chamado de “ideologia”, quando contém valores que iluminam e impulsionam as nossas decisões. Pessoas influentes podem colocar ideias em nossa mente. Às vezes pensamos com a cabeça dos outros, aceitando ensinamentos que nos agradam. Jesus ensinava e os ensinamentos dele são o Evangelho. Tudo o que Jesus fazia e dizia era para o bem e a felicidade do ser humano. Outros ensinamentos, ao contrário, diminuíam o ser humano e o colocavam sob o domínio de uma força externa, rotulando-o de legalmente impuro. O Evangelho de hoje fala dos Mestres da Lei. A lei somente é boa quando protege o ser humano das arbitrariedades do poder, porque ela pode se tornar instrumento de dominação nas mãos dos Mestres da Lei.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.