Fundo
Terça-feira, 16 de Abril de 2024
Paulinas - A comunicação a serviço da vida

Evangelho do dia 19/09/2023

24ª Semana do Tempo Comum - Ano A - Verde
1ª Leitura: 1Tm 3,1-13 Salmo: Sl 101(100) - Ando na integridade de meu coração.
evangelho
Jovem, eu te digo: levanta-te! - Lc 7,11-17

Depois disso, Jesus foi a uma cidade chamada Naim, acompanhado de seus discípulos e de grande multidão. Quando se aproximava da porta da cidade, estava sendo carregado para fora um morto, filho único de sua mãe, que era viúva; uma numerosa multidão da cidade estava com ela. Ao vê-la, o Senhor foi tomado de compaixão por ela e disse-lhe: “Não chores”. E, aproximando-se, tocou o féretro, e os que o carregavam pararam. Então disse: “Jovem, eu te digo: levanta-te!” O morto ergueu-se e começou a falar; e Jesus o entregou à sua mãe. Todos ficaram atemorizados e glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta surgiu entre nós”, e: “Deus visitou seu povo”. A notícia a respeito dele se espalhou por toda a Judeia e por toda a região circunvizinha.

A Bíblia: Novo Testamento, tradução da editora Paulinas, 2015.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

A Palavra do senhor é força, vida e luz que nos ilumina e guia num caminho de vida plena. Quem tem um coração aberto deixa essa luz libertar, transformar e plenificar seu ser pela Palavra que nos chega como o sol, doando vida.
Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra.




Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)

Jesus, o rosto e o coração do Pai misericordioso, é o Senhor da Vida. Perceba isso contemplando e rezando esta cena.

Evangelho: Lc 7,11-17 Depois disso, Jesus foi a uma cidade chamada Naim, acompanhado de seus discípulos e de grande multidão. Quando se aproximava da porta da cidade, estava sendo carregado para fora um morto, filho único de sua mãe, que era viúva; uma numerosa multidão da cidade estava com ela. Ao vê-la, o Senhor foi tomado de compaixão por ela e disse-lhe: “Não chores”. E, aproximando-se, tocou o féretro, e os que o carregavam pararam. Então disse: “Jovem, eu te digo: levanta-te!” O morto ergueu-se e começou a falar; e Jesus o entregou à sua mãe. Todos ficaram atemorizados e glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta surgiu entre nós”, e: “Deus visitou seu povo”. A notícia a respeito dele se espalhou por toda a Judeia e por toda a região circunvizinha.

“A realidade é dolorosa: a morte do único filho de uma viúva. Jesus se sensibiliza e pede que ela não chore. No doloroso silêncio daquela viúva, Jesus sente compaixão dos sofredores de todos os tempos. Como é importante e consolador saber que o Filho de Deus conhece e sente as dores da humanidade! A partir da fé da viúva, Jesus devolve a vida ao jovem, que imediatamente se levanta e é entregue a sua mãe. As notícias imediatamente se espalham e o reconhecimento da divindade de Jesus ganha enormes proporções. O que convém ressaltar não são os milagres, mas as transformações que tais sinais fazem acontecer na vida de Jesus. Que possamos crescer na fé para acolher o maior milagre: Jesus”. (Viver a Palavra – 2023. Frei Jaime Bettega- Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

Jesus é o Filho de Deus, Senhor de tudo, aquele por quem e para quem foi criado o Universo. O “Sopro” de Vida está em seu poder. A vida nesta terra e na eternidade. O seu “Sopro” de amor que tudo movimenta e sustenta.
Como você avalia seu respeito à vida, em todas as dimensões e de todos os seres, cada um com a finalidade com que o Amor os criou?
Como sua fé o/a sustenta diante do sofrimento na separação físico-afetiva (morte terrena) de seus entes queridos?

Oração (Vida)

Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai minha fé.
Jesus, Mestre vivo na Igreja, atraí todos à vossa escola.
Jesus Mestre, libertai-me do erro, dos pensamentos inúteis e das trevas eternas.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
Jesus, caminho da santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está nos céus.
Jesus vida, vivei em mim, para que eu viva em vós.
Jesus vida, não permitais que eu me separe de vós.
Jesus vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante dos homens.
Jesus vida, fazei que minha presença contagie a todos com o vosso amor e a vossa alegria.

Contemplação (Vida e Missão)

Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver hoje?

Bênção

O Senhor, Deus de amor e paz, habite em vossos corações, oriente os vossos passos e confirme os vossos corações em seu amor. Vá em paz e seja um defensor/a da Vida.

Ir. Carmen Maria Pulga

Jesus continua realizando milagres: isso é um sinal dos novos tempos messiânicos. Entra em Naim com os discípulos e uma grande multidão. Essa é a caravana da vida. Como os cemitérios ficavam fora dos muros, eles encontram um cortejo fúnebre no portão da cidade. Estão para sepultar o filho único de uma mãe viúva. Jesus se compadece, comove-se até às entranhas e usa de sua misericórdia. A viúva pobre não tinha nenhuma seguridade social, a não ser o filho único, que acabara de morrer. Jesus se dirige a ela: “Não chores!”. Lembramo-nos imediatamente da bem-aventurança: “Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados”. Dirige-se também aos que carregam o caixão. E, por fim, dirige-se ao jovem: “Eu te ordeno: levanta-te!”. A mesma frase fora dita à filha de Jairo em Marcos 5. Levantar-se é o verbo da ressurreição. O que estivera morto, deitado no sono da morte, senta-se e começa a conviver, relacionar-se, conversar. Jesus o entrega a sua mãe, metáfora da mãe Igreja. A multidão, extasiada, glorifica a Deus. Jesus é o profeta esperado. Aliás, ele é bem mais que o profeta. É o Senhor da vida.

Dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, ‘A Bíblia dia a dia 2023’, Paulinas.