Fundo
Sábado, 24 de Julho de 2021
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store

Evangelho do dia 10/06/2021

10ª Semana do Tempo Comum - Ano B - Verde
1ª Leitura: 2Cor 3,15-4,1.3-6 Salmo: Sl 85(84) - A glória do Senhor habitará em nossa terra.
evangelho
Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto ele caminha contigo para o tribunal - Mt 5,20-26

“Eu vos digo: Se vossa justiça não for maior que a dos escribas e dos fariseus, não entrareis no Reino dos Céus. Ouvistes que foi dito aos antigos: ‘Não cometerás homicídio! Quem cometer homicídio deverá responder no tribunal’. Ora, eu vos digo: todo aquele que tratar seu irmão com raiva deverá responder no tribunal; quem disser ao seu irmão ‘imbecil’ deverá responder perante o sinédrio; quem chamar seu irmão de ‘louco’ poderá ser condenado ao fogo do inferno. Portanto, quando estiveres levando a tua oferenda ao altar e ali te lembrares que teu irmão tem algo contra ti, deixa a tua oferenda diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão. Só então, vai apresentar a tua oferenda. Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto ele caminha contigo para o tribunal. Senão o adversário te entregará ao juiz, o juiz te entregará ao oficial de justiça, e tu serás jogado na prisão. Em verdade, te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo.”

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 7ª ed., 2008.
Clique nos títulos para ler o conteúdo.
Oração Inicial

A Palavra hoje nos fala de um jeito novo de viver, ensinado por Jesus. Ele nos mostra a justa atitude interior ao orar: é preciso estar reconciliados. Nos fala também que a prática do amor fraterno é mais importante que atos exteriores de culto.


Leitura (Verdade)

O que Jesus nos diz neste texto? Ao meditar o Evangelho preste atenção os verbos, as atitudes e as palavras dos personagens envolvidos.

“Eu vos digo: Se vossa justiça não for maior que a dos escribas e dos fariseus, não entrareis no Reino dos Céus. Ouvistes que foi dito aos antigos: ‘Não cometerás homicídio! Quem cometer homicídio deverá responder no tribunal’. Ora, eu vos digo: todo aquele que tratar seu irmão com raiva deverá responder no tribunal; quem disser ao seu irmão ‘imbecil’ deverá responder perante o sinédrio; quem chamar seu irmão de ‘louco’ poderá ser condenado ao fogo do inferno. Portanto, quando estiveres levando a tua oferenda ao altar e ali te lembrares que teu irmão tem algo contra ti, deixa a tua oferenda diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão. Só então, vai apresentar a tua oferenda. Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto ele caminha contigo para o tribunal. Senão o adversário te entregará ao juiz, o juiz te entregará ao oficial de justiça, e tu serás jogado na prisão. Em verdade, te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo.”

“Para a moral dos judeus, a Lei fria era suficiente para agradar a Deus. A prática do compromisso assumido pelo discípulo de Jesus deve superar o legalismo dos líderes religiosos, que se contentavam em observar as normas e os preceitos. Entrar no Reino é metáfora que indica encontrar-se sob o governo de Deus, tornar-se alguém que reconhece sua realeza e viver segundo os seus critérios. Jesus é o novo que surge no horizonte da humanidade, e suas palavras assinalam um novo ponto de partida, uma nova moral e um novo relacionamento com Deus Pai. Jesus coloca um novo marco de caminhada: a reconciliação com o irmão, que deve anteceder ao sacrifício. Tanto a ofensa como o perdão nascem no coração das pessoas.”(Viver a Palavra – 2021. Frei Aldo Colombo - Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

O que este texto diz para mim? “Deixa tua oferta ali diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irão.” O que esta advertência de Jesus fala aos seu coração?

Oração (Vida)

“Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Deus, Pai de amor e bondade, que em Sua infinita misericórdia acolhe todos os que se aproximam de Vós com o coração arrependido, acolhei meu pedido de perdão por tantas faltas cometidas contra Ti e meus irmãos.
Senhor Jesus Cristo, Mestre da ternura e do amor, que devolveu a vida em plenitude a tantos homens e mulheres imersos no pecado e caminhantes das trevas, conduzi-me nos caminhos do perdão e fortalecei minha alma para que eu tenha a humildade de pedir perdão e a misericórdia de saber perdoar.
Espírito Santo, Consolador da alma, Advogado dos justos e Paráclito do amor, inspirai em meu coração gestos de bondade e ternura, que devolvam aos corações angustiados

Contemplação (Vida e Missão)

O que é pedido à sua vida, aqui e agora? O que você pretende fazer para atender esse pedido? O que mais a Palavra de Deus o(a) convida a viver?

Bênção

- Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
- Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Carmen Maria Pulga

O ser humano é a obra-prima de Deus e deve estar sempre em primeiro lugar em nossas considerações. A qualidade dos nossos relacionamentos mostra quem somos, no que acreditamos, o que buscamos na vida. É importante levar a oferenda até o altar, e é preciso fazê-lo. Mais importante, porém, é reconciliar-se com o irmão. Os gestos rituais são expressão da fé. Mostram o que cremos. Deixar a oferenda ao pé do altar, retirar-se e ir ao encontro do irmão magoado comigo por alguma razão é também um gesto ritual de louvor a Deus. O Evangelho diz que é o irmão que tem algo contra mim, e não eu contra ele. E, no entanto, sou eu que devo tomar a iniciativa de procurá-lo, porque é a ruptura da comunhão fraterna o que me afasta da Mesa da Comunhão.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas.