Fundo
Domingo, 09 de Agosto de 2020
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store
Texto de Maria do dia 26 de março
O rosto misericordioso do Pai
O rosto misericordioso do Pai
El Greco

Seguindo a pedagogia do Antigo Testamento, quando abria a boca e ensinava, Jesus se dirigia a pessoas concretas, com nome, história, problemas etc. Pessoas muitas vezes machucadas e tristes, abatidas e preocupadas. E era o rosto de seu Pai que via nelas. Por isso, ao lhes falar de sua misericórdia, contava parábolas ou dava exemplos que cada um de seus ouvintes entendia. A parábola do Filho Pródigo, nesse sentido, é inigualável.

O relacionamento misericordioso que tinha com os homens e as mulheres, as crianças e os jovens de seu tempo, Jesus quer ter hoje com todos — com você —, particularmente. Ao desejar manter um relacionamento pessoal com cada irmão ou irmã que conquistou com seu sangue, quer que todos passem pela experiência vivida por Paulo, assim sintetizada: “Ele me amou e se entregou por mim”.

“Sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem”. Maria tinha razão. Pertencemos a uma geração que, sob inúmeras formas, faz experiências renovadas da misericórdia de Deus. Temos até um domingo — o segundo da Páscoa — para nos debruçar especificamente sobre o rosto misericordioso de Deus. Não será esse um sinal de que Deus nos quer ver imitando Maria, isto é, proclamando ao mundo sua misericórdia? Não é justamente de misericórdia que nosso mundo mais precisa?

Oração: Mãe de Jesus e minha Mãe! Em teu canto, proclamaste a eterna misericórdia do Pai. Ao longo de tua vida, testemunhaste essa misericórdia nas palavras e gestos de teu Filho. Por isso, quero estar sempre contigo, especialmente quando meu coração estiver pesado e sobrecarregado. Maria, dona de casa, dá às famílias a fé e a concórdia que reinavam em tua casa de Nazaré. Maria, mãe atenta e cuidadosa, não permitas que teus filhos, perturbados por tantos perigos, sejam afastados de Jesus. Maria, mãe dos sacerdotes, intercede por eles, para que tenham com o Senhor a intimidade que tinhas. Roga sempre por nós. Amém.

Dom Murilo S. R. Krieger, scj, do livro: Um mês com Maria, Paulinas Editora.