Fundo
Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017
Baixe o app do Comece o dia feliz
Play Store App Store
Data comemorativa do dia 14 de agosto
Dia dos Pais
Dia dos Pais
Freeimages

Em 1909, Sonora Louise Smart Dodd, depois de ouvir um sermão numa missa do Dia das Mães, em Washington, desejou fazer o mesmo em relação a seu pai, por quem nutria sincera admiração e amor.

Sonora compreendeu a força e a generosidade demonstradas por seu pai, um militar veterano da Guerra de Secessão que criou sozinho os seis filhos após a morte da mulher. Graças aos esforços de Sonora, o primeiro Dia dos Pais foi celebrado em 19 de junho de 1910. Porém, só muitos anos depois da ideia ter sido apoiada pela população, em 1966, o presidente Lyndon Johnson assinou o decreto que instituiu o terceiro domingo de junho como o Dia do Pai, nos Estados Unidos.

Hoje, mais de 11 países comemoram o Dia dos Pais, a seu modo, em datas diversas e conforme seus costumes. Os alemães não possuem um Dia dos Pais oficial, mas costumam comemorar a data junto com a Ressurreição de Jesus Cristo. O povo inglês celebra a data sem presentes ou reuniões familiares, mas enviando cartões elegantes e alusivos à festa, que acontece em junho. Essa ideia surgiu na Babilônia, há mais de 4.000 anos, quando um jovem chamado Elmesu esculpiu em argila o primeiro cartão, desejando sorte, saúde e vida longa a seu pai.

No Brasil, o Dia dos Pais começou a ser celebrado em 1953, no dia da Festa de São Joaquim, pai da Virgem Maria; depois passou, oficialmente, para o segundo domingo de agosto, época sem tradição comercial, embora se saiba que a homenagem tem sentido mais profundo do que esse.

Em alguns países, o Dia dos Pais é festejado em 19 de março, no Dia de São José, pai por excelência na tradição católica. São José faz lembrar o pai que se encontra em cada uma das famílias.

Ser pai é um dos maiores desafios de um homem. Às vezes é estressante, mas extremamente compensador. Ser pai é, acima de tudo, uma vocação que vem de longe, do infinito. O verdadeiro pai não abandona, não rejeita o filho. O pai dá sua vida pelo filho e participa da vida deste de forma integral. Essa é a pedagogia amadurecida de Deus-Pai. É dela que falava Jesus, quando declarou: “O meu ensinamento não vem de mim mesmo, mas daquele que me enviou” (Jo 7,16). Todo maravilhoso sentido da existência, revelado por Jesus, foi resultado da comunhão com o Pai.

Retirado do livro: “Datas comemorativas cívicas e históricas”, Paulinas Editora.